58 x 18: Cristiano Zanin é o novo ministro do STF

Depois de quase oito horas de sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, o nome de Cristiano Zanin foi aprovado pelo plenário da Casa, garantindo sua nomeação para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

Em votação secreta, Zanin contou com 58 votos a seu favor, contra 18 que se opuseram à indicação. Eram necessários ao menos 41 dos 81 senadores. Ele vai ocupar a cadeira do ex-ministro Ricardo Lewandowski.

Antes da votação em plenário, Cristiano Zanin já havia sido aprovado na CCJ com 21 votos a favor da indicação e 5 contrários.

Durante o período em que respondeu perguntas de parlamentares, o advogado disse que seu papel no STF “jamais será o de proteger um grupo político em detrimento de outro”.

“Não tenho atividade político-partidária e de qualquer forma penso que o exercício da função de juiz da alta mais Corte do país demanda uma atuação imparcial e independente. Isso aliás é o que eu sempre defendi. E inclusive defendi nos tribunais e perante o comitê de direitos humanos da ONU. É assunto que sempre me preocupou, que sempre defendi e defenderei com mais vigor”, pontuou.

A decisão agora será comunicada à Presidência da República.

Fonte: Brasil de Fato – Foto: Pedro França/Agência Senado

Deixe uma resposta