Caçador de Pérolas

Do Caçador de Pérolas (*)

Não vejo bolha nenhuma, muito menos fracasso neoliberal. É preciso olhar a situação com frieza, sem preconceitos ideológicos: o que estamos vivendo é o esgotamento do crescimento do Estado nas grandes democracias ocidentais, e mais o Japão, onde os níveis de endividamento público ultrapassaram medidas habitualmente aceitas de responsabilidade fiscal
Gustavo Franco, presidente do Banco Central no governo FCH – Folha de S. Paulo – 08/08/2011

Está claro que a crise econômica que começou em 2008 não acabou, de maneira alguma.
Paul Krugman, prêmio Nobel de Economia – Folha de S. Paulo – 13/08/2011

Se Tim Maia e Amy Winehouse se encontrassem, teriam muito que trocar.
Nelson Motta – O Globo – 05/08/2011

Os municípios podem desrespeitar a Lei da Responsabilidade Fiscal na construção de obras para a Copa. Ou seja, a lei impede a construção de hospitais e escolas, mas libera grandes arenas esportivas.
Carlos Vainer, professor do IPPUR (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional) da UFRJ – O Globo – 06/08/2011

Desejaria que o senhor parasse de querer agradar aos conservadores. Não vai funcionar jamais. Para eles, o senhor tem a idade errada, está no partido errado, tem a cor de pele errada. Ainda que os salvasse, pessoalmente, de morrerem afogados, 40% dos norte-americanos não votariam no senhor. Não se preocupe em passar uma imagem de negro radical, que afastaria eleitores moderados. Meu caro, pior do que está, impossível. Não seria uma vergonha se quatro anos de seu governo terminem em janeiro sem que o senhor tenha experimentado sequer uma política econômica elaborada pelos democratas? O senhor agora é um cinqüentão, faça isso pelo senhor e por nós. E um feliz aniversario!
Bill Maher, apresentador do programa “Real Time”, da HBO – agosto de 2011

Um deputado fala e nenhum presta atenção nele. Outro dia mesmo tinha um fazendo um discurso superbacana, sobre educação. Outro pediu a palavra. E reclamou: “Já pedimos para instalarem tomadas novas aqui e não instalaram”. É uma coisa de louco.
Tiritica, deputado federal (PR-SP), sobre as sessões na Câmara dos Deputados – Folha de S. Paulo – 11/08/2011

Tiririca tem razão. Mandou bem. Uma pessoa normal que assiste à sessão da Câmara pela primeira vez acha mesmo que é coisa de maluco.
Chico Alencar, deputado federal (PSOL-RJ) – Folha de S. Paulo – 11/08/2011

Muita gente pensa que é por causa da minha origem libanesa, pelo lado da minha avó, mas não é isso. Tem a ver com a solidariedade com os povos, sejam árabes, curdos ou de qualquer outro lugar.
Latuff, cartunista brasileiro, considerado o “desenhista oficial” da Revolução Egípcia – Agência Efe – agosto de 2011

Leia mais pérolas www.cacadordeperolas.blogspot.com

Deixe uma resposta