ENEM 2021: desrespeitar direitos humanos pode afetar nota da redação

Um dos maiores medos dos candidatos que realizam o Exame Nacional do Ensino Médio, ENEM, é o tema da redação. O texto é um dos principais critérios de avaliação nos vestibulares de universidades públicas do país e especialistas em educação alertam: desrespeitar os direitos humanos pode causar a perda de 200 pontos na nota.

A redação é dividida em cinco competências e a quinta trata da elaboração de uma proposta, que leve em consideração o respeito aos direitos humanos. Entre os temas que não estão de acordo com a proposta da redação, segundo a Cartilha do Participante, estão:

  • Defesa de tortura, mutilação, execução sumária e qualquer forma de “justiça com as próprias mãos;
  • Incitação a qualquer tipo de violência motivada por questões de raça, etnia, gênero, credo, condição física, origem geográfica ou socioeconômica e;
  • Explicitação de qualquer forma de discurso de ódio (voltado contra grupos sociais específicos;

Pode zerar a redação o estudante que descumprir fugir totalmente do tema; não obedecer ao tipo dissertativo-argumentativo; e não escrever o até 7 (sete) linhas manuscritas, qualquer que seja o conteúdo, ou até 10 (dez) linhas escritas no sistema Braille; dentre outros critérios.

As provas do ENEM 2021 estão marcadas para os dias 21 e 28 de novembro. Os cartões com os locais de prova já estão disponíveis no site https://enem.inep.gov.br/participante/

Ponto de Pauta com informações da Cartilha do Participante do ENEM

Deixe uma resposta