Banco do Povo de Belém investe R$ 1 milhão em microcrédito na ilha de Outeiro

Agentes de crédito do Banco do Povo foram até Outeiro, nesta quarta-feira, 26, para iniciar o contato com os donos de barracas de praia, que será a primeira categoria contemplada.

A Prefeitura de Belém reservou R$ 1 milhão para aplicar em operações de crédito solidário (microcrédito), a juros zero, para ajudar a reerguer os pequenos negócios no distrito de Outeiro que enfrentam prejuízos no turismo da ilha.

Agentes de crédito do Banco do Povo foram até Outeiro, nesta quarta-feira, 26, para iniciar o contato com os donos de barracas de praia, que será a primeira categoria contemplada. No contato inicial, os permissionários foram convidados a participar da reunião de apresentação do crédito solidário, que ocorrerá na próxima terça-feira, 1º de fevereiro, na sede da Arout, às 9h.

Poderão se habilitar a receber o crédito, nos valores de até R$ 5 mil, para Pessoa Física, e de até R$ 10 mil, para Pessoa Jurídica, os donos de barracas que residam em Belém há pelo menos um ano, tenham idade a partir de 18 anos, sejam cadastrados na Secon e possuam conta bancária.

Os servidores do Banco do Povo de Belém também visitaram lugares possíveis para a realização dos cursos do Donas de Si, programa de qualificação profissional para mulheres do programa de renda cidadã Bora Belém ou em condição de vulnerabilidade social. Serão ofertadas 80 vagas para os cursos de panificação artesanal e de produção de bolos e doces, no período de 14 a 25 de fevereiro, na cozinha do anexo da Fundação Escola Bosque (Funbosque), no bairro de Itaiteua. A previsão é que o Donas de Si seja apresentado para as moradoras de Outeiro em uma reunião prevista para a próxima quinta-feira, 3 de fevereiro, no auditório do prédio-sede da Funbosque, às 9h.

Deixe uma resposta