Dirigentes do PT, PSB, PCdoB e PV debatem formação de federação partidária do Pará

Digirentes do PT, PSB, PCdoB e PV se reuniram nesta segunda-feira (14) em Belém, capital pararense, para alinhar as discussões sobre uma federação entre as siglas.

De acordo com nota divulgada na página do PV local, a reunião serviu para tratar do programa para o Pará e a Amazônia e as regras para compor as chapas de deputado estadual e federal. O encontro contou com a presença dos presidentes Zé Carlos (PV), Cássio Andrade (PSB), Jorge Panzera (PCdoB), e Beto Faro (PT). Os quatro partidos deverão seguir juntos nas eleições de 2022 no Pará.

O PCdoB também destacou o encontro. “Acreditamos que o Brasil tem saída e que o caminho de unir o país a partir da esquerda, construindo uma ampla coalizão com um programa de mudanças e de defesa da democracia, do Brasil e dos trabalhadores”, disse Jorge Panzera, em sua rede social.

A exemplo das coligações partidárias, a federação permite que os partidos atuem em conjunto no período eleitoral, inclusive somando os votos para conquistar mais vagas na Câmara e nas assembleias. Mas as semelhanças acabam por aí: a federação exige que as siglas continuem juntas, por no mínimo, quatro anos.

Deixe uma resposta