Revolta na web: motorista de aplicativo se recusa a levar passageira por ela “ser petista” e viraliza negativamente

Nesse ultimo sábado (07), um motorista de aplicativo de transporte recusou a viagem de uma jovem, na capital Belém, pois alegou que “não levava petista”, o mesmo acabou mandando mensagem à passageira,  finalizou e recusou a corrida.

O fato foi exposto pela passageira, Amanda Lorêdo, em uma rede social conhecida. Ela afirma que o motorista a viu usando camisa e acessórios do Partido dos Trabalhadores, por isso a negativa por parte dele. O que acabou causando muita revolta em usuários por conta do comportamento avaliado como segregador e antiético.

Amanda reportou a situação ao Uber que retornou via protocolo dizendo que as atitudes serão tomadas para que casos assim não voltem a acontecer.

Deixe uma resposta