Combate à LGBTfobia, oficinas de capacitação e combate à fome fortalecem direito à diversidade em Belém

Evento alusivo ao Dia do Orgulho LGBTQI+ realizado em junho no Solar da Beira (Agência Belém) 

Com ações de cidadania, eventos, capacitações e outras atividades, a Coordenação da Diversidade Sexual (CDS) garante os direitos e atende as demandas da população LGBTI+ em Belém. Confira as principais ações realizadas pela CDS, neste segundo ano de gestão, que reafirmam o respeito à diversidade.

CDS nos Bairros

A Prefeitura de Belém, por meio da CDS e em cooperação com órgãos municipais, estaduais e movimentos sociais, realizou diversos serviços de saúde, cidadania e lazer à população LGBTI+, em diferentes bairros da cidade.

Verão da Gente

Em julho deste ano, a coordenadoria esteve na Ilha de Mosqueiro, no último final de semana do Verão da Gente 2022, para participar da Parada LGBTI+, que celebrou a paz e reafirmou a luta dessa população. A Coordenação da Diversidade Sexual também esteve presente na abertura do lançamento da campanha “Verão da Nossa Gente não há espaço para o preconceito”, em 2021, promovido pela Secretaria Municipal Extraordinária de Cidadania e Direitos Humanos (SecDH).

CDS nas Escolas

Para desenvolver diálogos, planejar e realizar capacitações para o combate à LGBTfobia no ambiente escolar, a CDS realizou palestras de capacitação de professores e técnicos da Escola Estadual Teodora Bentes, em Icoaraci, e na Fundação Escola Bosque (Funbosque), em Outeiro.

As capacitações realizadas levaram informações aos profissionais da educação sobre diversidade sexual e identidade de gênero, assim como formas de acolhimento dos alunos LGBTs.

Rodas de Conversa e Capacitação

A CDS realizou roda de conversa e oficina sobre o Dia do Orgulho LGBTI+ e a importância histórica da luta dessa população, com pessoas em situação de rua acolhidas no Centro Pop (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua). Também ocorreu a participação da CDS na roda de conversa, sobre vivências lésbicas pretas promovida pelo ativismo lésbico de Belém, na sede do Instituto Universidade Popular (Unipop).

Cooperação

Também foi realizada capacitação profissional da população LGBTI+, com a oferta do curso de capacitação de cabeleireiro, em cooperação com o Banco do Povo e o Instituto Embelleze. Além disso, a coordenadoria realizou palestra de capacitação aos servidores da área da saúde da UMS Satélite. CDS participou dos debates e articulações de atividades na Casa ONU, sobre a semana da Dignidade Menstrual, do Unicef. Em junho, ocorreram rodas de conversa e oficinas sobre Dignidade Menstrual voltada à população LGBTI+.

CDS nas Ilhas

Em Outeiro, a CDS, em cooperação com a Polícia Civil e o Movimento Orgulho LGBTQIA+ de Outeiro, promoveu uma ação cidadã de emissão de documento (RG), na ilha.

Casamento Comunitário

Uma das principais ações da CDS foi o casamento coletivo de 16 casais LGBTI+, em novembro de 2021. “A experiência foi incrível, uma emoção sem tamanho e magnífica”, conta Josué Mendes, de 29 anos, que casou com seu parceiro Enderson Seabra, de 42 anos. O evento ocorreu no distrito de Icoaraci, com a presença dos casais e seus familiares para comemorar o momento.

Em maio deste ano, iniciou-se o cadastro para o II Casamento LGBTI+ em cooperação com o Ministério Público. O casamento uniu mais de 20 casais e foi realizado no dia 02 de setembro, no Tribunal de Justiça do Estado, sendo o primeiro casamento voltado aos casais LGBTs no local.

Ações e eventos para a população LGBTI+

Em junho deste ano, ocorreu o Arraial do Orgulho no dia 28, Dia Internacional do Orgulho LGBT. O evento aconteceu em cooperação com outros órgãos municipais, e foram ofertados serviços de saúde e cidadania à população LGBTI+.

Para o Dia Nacional do Orgulho Lésbico, a CDS promoveu uma programação com a oferta de serviços de saúde, feirinha de empreendedores, atividades de lazer, assistência e cidadania, que atendeu cerca de 200 pessoas no Complexo do Ver-o-Rio.

A CDS também participou da Avenida Cultural, em que disponibilizou o espaço para empreendedores LGBTIA+, e ainda realizou ações de saúde e cidadania, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma).

Além disso, a coordenação teve participação na Plenária do Programa Tá Selado, da nova eleição para os conselheiros do segmento LGBTI+, onde foram eleitos 3 titulares e 3 suplentes.

Cestas orgânicas

Toda sexta-feira, a CDS entrega 20 cestas orgânicas às pessoas LGBTI+ em situação de vulnerabilidade que são acompanhadas pela coordenação.

Julia Mota – estagiária de Jornalismo, sob supervisão de Cleide Magalhães

Texto: Julia Mota, via Agência Belém

Deixe uma resposta