Governo e Prefeitura participam da 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas

A 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, ocorre em Glasgow, na Escócia.

O Governador Helder Barbalho participa, entre os dias 05 a 12 de novembro, da COP-26, a 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, que ocorre em Glasgow, na Escócia. Helder vai se reunir com coalizões internacionais pelo clima, além de especialistas ambientais e empresários interessados em contribuir com projetos e empreendimentos no âmbito da economia verde fomentada pelo Estado. A Prefeitura de Belém também enviará seu representante à COP-26.

O governador do Pará, durante a COP-26, lidera o Consórcio formado por nove Estados, que pautam questões estratégicas, como a redução sustentada do desmatamento ilegal e financiamentos internacionais, que podem gerar a partir deste desempenho.

Belém na COP-26 – Editado em 15:21

Entregar a carta que destaca a importância da Amazônia para o mundo, fortalecer a luta contra o desmatamento na região e defender os povos que nela vivem, além de inserir Belém no circuito de cidades sustentáveis. Esse é o objetivo da participação da Prefeitura de Belém, por meio da Coordenadoria de Relações Internacionais, na 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança no Clima (COP-26), em Glasgow, na Escócia. 

O titular da coordenadoria de Relações Internacionais, Luiz Arnaldo Campos, será o representante da prefeitura no evento, que vai reunir mais de 190 líderes do mundo inteiro, que abrangerão a discussão sobre as mudanças climáticas.

Carta da Amazônia  

Uma das agendas do representante da capital paraense, que embarca para o continente europeu nesta quarta-feira, 3, será a entrega da carta produzida no Encontro dos Saberes da Amazônia e Mudanças Climáticas, realizado neste mês de outubro, em Belém, que reuniu detentores de conhecimentos, representantes de povos tradicionais, movimentos sociais e pesquisadores da Pan-Amazônia. 

No conteúdo da carta, os cientistas destacam a importância da Amazônia para o mundo, mas ressaltam que ela também vem sofrendo com a emissão de gás carbônico, assim como todo o planeta. Ela será lida na Assembleia Mundial pela Amazônia, onde se discutirá também a preparação do X Fórum Social Pan-Amazônico, evento que será realizado em Belém, de 28 a 31 de julho de 2022. 

“Há poucos dias, Belém sediou o Encontro de Saberes Amazônia e Mudanças Climáticas, que durante quatro dias juntou pajés, cientistas de diversas áreas, caciques, lideranças quilombolas, pescadores, ribeirinhos, de diversos estados brasileiros e de países amazônicos como Bolívia, Peru e Colômbia. A partir de suas diferentes percepções, estes atores sociais convergiram para uma carta que, em síntese, diz que sem se deter a destruição da floresta amazônica, não existe salvação para humanidade”, pontuou Luiz Arnaldo.  

Projetos da gestão Edmilson Rodrigues 

Entre as outras programações, com a participação da prefeitura, está uma mesa de debates da Campanha Mundial Cidades Resilientes às Mudanças Climáticas, onde serão apresentadas propostas da prefeitura na área da macrodrenagem e combate às enchentes, remediação do lixo, manutenção à cobertura florestal das ilhas e apoio às comunidades.  

Deixe uma resposta