Artistas do Bengui pintam muros da Avenida Padre Bruno Sechi

DOL- Em junho de 2020, foi aprovado o projeto para mudar o nome da Estrada da Yamada, no bairro do Benguí, para “Padre Bruno Sechi”. A mudança, aprovada por unanimidade na Câmara Municipal, é uma homenagem ao fundador da República de Emaús, que morreu por complicações da Covid-19 em maio daquele ano.

O trabalho realizado no último final de semana mobilizou um grupo de artistas, resultado de uma parceria entre o NGTM e a Secretaria de Estado de Cultura (Secult) que intermediou, acompanhou e orientou a execução da atividade. Ainda segundo o titular do NGTM, a ação não estava prevista no projeto original das obras.

A ação também conciliou com a atividade realizada desde 2018, de forma autônoma, com o coletivo de artistas que desenvolve o Projeto “Bengola em Cores”, no bairro. Segundo o integrante Wagner Barros, o projeto cria uma galeria de arte a céu aberto com o objetivo de trazer a arte para dentro da comunidade.

“Criamos painéis de grafitti visíveis para que as pessoas possam ter acesso à arte e fazer essa interação com ela. E como surgiram paredes na avenida, isso conciliou com a gente estar produzindo esses painéis de grafite em parceria com o Governo. A gente fortalece a base e produzindo arte dentro do bairro, com essa sensação de pertencimento, onde a gente se reconhece dentro das obras. Esse apoio está sendo fundamental para ampliar esses trabalhos”, comenta.

Deixe uma resposta