Primeiro RexPa do ano: mais de 400 agentes estarão envolvidos no esquema de segurança do evento

Para garantir maior tranquilidade e segurança durante o primeiro RexPa do ano, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) realizou uma reunião operacional com representantes das forças de segurança do Estado, Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Superintendência de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), Guarda Municipal de Belém (GBM), além dos representantes do Clube do Remo e Paysandu Sport Club, para ajustar planejamento e estratégias voltadas para a realização do clássico do Campeonato Paraense. O encontro foi realizado no Centro Integrado de Comando e Controle da Segurança Pública (CICC), em Belém.

O coordenador do Núcleo de Operações da Segup, Coronel Ângelo Corrêa, esteve à frente da reunião definindo os principais pontos que farão parte do esquema de segurança montado para a realização do evento.

“Como sempre fazemos antes dos principais jogos do Parazão, reunimos com os representantes das forças de segurança, tanto estadual quanto municipal, para montar um esquema que garanta maior tranquilidade nos dias de jogos realizados na Capital. As equipes de segurança estarão distribuídas dentro do estádio, bem como nas vias de acesso ao local do jogo, horas antes do início até o término da partida para que seja garantida a segurança dos torcedores, assim como dos moradores das áreas próximas do evento”, ressaltou o coordenador.

Efetivo 

Mais de 400 agentes estarão envolvidos no esquema de segurança do evento para garantir mais tranquilidade e mobilidade ao torcedor que vai assistir à partida no estádio da Curuzu. Os agentes estarão distribuídos no entorno do estádio, nas vias de acesso ao local, e ainda, nos bairros onde foram identificados, por meio da Secretaria Adjunta de Inteligência e Analise Criminal (Siac) ligada à Segup, pontos de torcidas organizadas e rivais, a fim de coibir e inibir ações que possam prejudicar os torcedores e o andamento da partida.

Agentes do Comando de Policiamento Especializado (CPE) e do Comando de Missões Especiais (CME) da Polícia Militar darão suporte na segurança dentro e fora do estádio. A Polícia Civil, por meio da Divisão Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal (Demapa), fiscalizará os pontos às proximidades e no entorno do local da partida para evitar e inibir a perturbação do sossego e poluição sonora em torno do local da partida.

“Uma equipe da Demapa atuará junto conosco para fazer as fiscalizações nas proximidades do estádio, evitando a perturbação do sossego dos que moram próximo à Curuzu. Nosso trabalho é de proporcionar a todos os envolvidos, direta e indiretamente no evento, para que não haja alteração e nem incômodos para à população”, pontuou o coronel Ângelo Correa.

Protocolos 

A partida será realizada dentro dos protocolos estipulados para conter a propagação da Covid-10, atendendo as recomendações do Decreto Governamental e aprovado pela Federação Paraense de Futebol. As equipes de segurança e da vigilância sanitária irão fiscalizar a entrada dos torcedores e conferir os ingressos nominalmente, RG e CPF, além da carteira de vacinação ou o ConecteSUS com a comprovação das duas doses das vacinas disponíveis para Covid-19 ou uma dose da Janssen. A partida contará com público único e iniciará às 17h.

Participam do esquema de segurança  agentes das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Superintendência de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) e Guarda Municipal de Belém.

A rodada do campeonato ocorre no próximo domingo (20), no estádio Banpará Curuzu, em Belém. Os portões serão abertos a partir das 14h.

Agência Pará

Deixe uma resposta