Na conta: alunos já recebem o auxílio do programa Bora Pra Escola em Belém

“O meu auxílio de R$ 150 caiu ontem e vai me ajudar muito”, contou a moradora do bairro do Cruzeiro, em Icoaraci, Vânia Jusuellen Pereira da Cruz, 37 anos, sobre o benefício Programa Bora Pra Escola, programa da Prefeitura de Belém. Ela é mãe da pequena Eloisa da Cruz Chaves, 5 anos, estudante do Jardim II, da Unidade de Ensino Infantil Casa da Amizade.

“Com esse valor vou comprar o material escolar da minha filha carderno, mochila e o tênis para ela vir pra escola”, revelou. A mãe da estudante destacou que o Programa Bora Pra Escola chegou em boa hora para os responsáveis das crianças estudantes das escolas municipais e que no momento ela está sem renda por causa da pandemia. “Fiquei muito feliz quando o Prefeito falou que ia fazer isso para as crianças”, lembrou.

Auxílio já depositado

Desde a quarta-feira, 16, o auxílio estudantil está nas contas dos estudantes ou responsáveis que têm acesso ao aplicativo Caixa Tem, que se cadastraram de 17 a 29 de janeiro e que não têm pendência de confirmação de informações prestadas no ato da inscrição. O responsável ou aluno pode verificar o extrato de lançamento do valor no site borapraescola.belem.pa.gov.br

Com o auxílio estudantil, pelo próprio aplicativo da Caixa Tem, o responsável poderá realizar Pix, compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos com o cartão de débito virtual e QR Code. Além de pagar contas de água, luz, telefone, gás e boletos.

“O Bora Pra Escola é a afirmação de nosso compromisso com a educação, com o combate à fome e com os direitos de crianças e adolescentes a uma educação de qualidade”, destaca o Prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues.

Lei do Programa Bora Pra Escola

No dia 27 de dezembro de 2021, a Prefeitura de Belém instituiu por meio da Lei 9.731, de 27 de dezembro de 2021, o Programa Bora pra Escola, auxílio financeiro destinado a todos os alunos da rede municipal de ensino de Belém matriculados no ano letivo de 2021, que vão continuar os estudos no ano letivo de 2022.

A Prefeitura de Belém investiu investiu R$ 10 milhões no programa, garantindo auxílio de R$ 150 para mais de 67 mil alunos, de R$ 300 para os estudantes que ficaram órfãos durante a pandemia da covid-19 e R$ 500 para 18 alunos concluintes do ensino médio da Fundação Escola Bosque (Funbosque).

Deixe uma resposta