Ver-o-Rio está com 80% das obras de reforma realizadas

O Complexo Ver-o- Rio, considerado um dos pontos turísticos de Belém, está com 80% das obras de reforma realizadas. O espaço está localizado às margens da baía do Guajará, no bairro do Umarizal, e falta pouco para ser entregue aos visitantes. O serviço, iniciado no dia 15 de outubro de 2021, é realizado pela Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb).

“Não medimos esforços para resgatar toda a beleza do Ver-o-Rio. É uma obra de reforma, que visa restauro da estrutura, passarelas, recomposição das calçadas com pedras portuguesas, da quadra de areia, do parquinho destinado às crianças e também instalação de equipamentos para a realização de atividades físicas e conclui com a pintura geral e novo projeto de iluminação em LED”, detalhou o diretor do Departamento de Obras Civis da Seurb, Edilberto Abreu.

Tá Selado – A revitalização do ponto turístico é demanda apresentada nas plenárias dos bairros que compõem o Distrito Administrativo de Belém (Dabel), no Fórum Permanente de Participação Cidadã Tá Selado e está orçada em R$ 998.565,00.

Os frequentadores já sentem a diferença no Ver-o-Rio. Um deles é o adestrador de cães Luiz Carlos Favacho, de 49 anos. “A gente vem acompanhando de perto a obra e percebe que o lugar está recebendo o valor que merece. Espero que as pessoas ajudem a preservá-lo, porque é um espaço agradável para todos, da criança ao adulto, e também para os animais”.

Memorial – Construído na área central do Ver-o-Rio, o Memorial dos Povos Indígenas – estrutura arquitetônica que lembra uma oca moderna e que funciona com uma arena teatral para apresentações culturais – teve seu telhado substituído e estrutura reforçada.

“Recebemos a missão de recuperar e modernizar os equipamentos públicos deste espaço, que faz parte da história de Belém. O complexo Ver-o-Rio está recebendo o tratamento que sempre mereceu, por isso estamos diariamente presentes na obra, acompanhando e estimulando os profissionais que oferecem seus talentos para que o espaço seja devolvido à população em sua plenitude”, afirma o secretário de Urbanismo de Belém, Deivison Alves.

Segundo o titular da Seurb, o espaço turístico ainda receberá um projeto de iluminação em LED, totalmente modernizado e que será um diferencial do Ver-o-Rio.

História – No local onde hoje se encontra o ponto turístico já funcionou o Pier da Panair, uma espécie de aeroporto de hidroaviões, com rampa e um hangar, com estrutura para a manutenção dos hidroaviões. Na década de 1929, dele saiam vôos diários em hidroaviões, inclusive internacionais.

Em 1965, a Panair do Brasil teve as suas operações encerradas e para lembrar a história do local, uma placa no Ver-o- Rio guarda toda essa memória da cidade.

Por esse motivo, é grande a expectativa para devolver o complexo à população de Belém, como assim expressou o coordenador municipal de Turismo, André Cunha. “Estamos eufóricos com a aproximação da data de entrega do Ver-o-Rio, totalmente revitalizado para seus moradores e turistas, mais um espaço cultural para realização de diversas programações culturais”.

Cristina Nascimento – Agência Belém

Deixe uma resposta