Após repercussão de caso Yanomami, Helder anuncia nova secretaria de povos originários no Pará

Governador do Pará, Helder Barbalho | Agência Pará

O governador do Pará Helder Barbalho anunciou na manhã deste domingo (22), a criação de uma Secretaria Estadual dos Povos Originários. O anúncio acontece após grande repercussão negativa do estado calamitoso em que se encontra o povo na terra indígena Yanomami, em Roraima, causado pelo avanço do garimpo ilegal dentro deste território, que atingiu níveis alarmantes durante o governo Bolsonaro.

A situação dos Yanomami gerou uma visita pessoal do presidente Lula à Roraima, acompanhado de vários de seus ministros. O governo federal chegou a decretar estado de emergência sanitária, e anunciou uma série de medidas para assistir o povo Yanomami, na tarde deste sábado. O Ministro da Justiça, Flávio Dino, também anunciou investigação para apurar possíveis negligências do governo de Bolsonaro.

Segundo Helder, a nova secretaria do Pará será comandada por um indígena. A pasta é inédita na história do estado, que possui uma diversidade grande povos indígenas que sofrem historicamente com conflitos humanitários e fundiários.

Com informações de Redes Sociais. Edição de Ju Abe.

Deixe uma resposta