Garis cobram empresa por atraso de salários. Secretária de saneamento exige imediata resolução, sob pena de distrato do contrato

A Sólida foi uma das empresas mais privilegiadas na gestão de Zenaldo Coutinho e parece não ter mudado seu modus operandi, prejudicando seriamente a coleta de lixo em Belém. Foto: reprodução

Um grupo de garis protesta na manhã desta sexta-feira, 30, contra atrasos no pagamento de salários. O grupo atua em uma empresa terceirizada que presta serviços para a Prefeitura de Belém. Diante da paralisação dos trabalhadores da empresa Sólida, a Sesan informa que está em dia com o pagamento da empresa pelos serviços contratados.

Em nota, a secretária municipal de Saneamento, Ivanise Gasparim, cobrou posicionamento da Sólida sobre a greve dos trabalhadores, iniciada ontem. A Prefeitura de Belém está em dia com o pagamento da terceirizada e exige “imediata resolução, sob pena de distrato do contrato”, considerando “inaceitável o atraso no pagamento dos trabalhadores”.

A Sólida foi uma das empresas mais privilegiadas na gestão de Zenaldo Coutinho e parece não ter mudado seu modus operandi, prejudicando seriamente a coleta de lixo em Belém.

Deixe uma resposta