No Pará, concurso do IBGE oferece quase 7 mil vagas temporárias para o Censo 2022; veja como se inscrever

No Pará, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) está ofertando quase 7 mil vagas temporárias para o Censo 2022. No Processo Seletivo Simplificado (PSS) serão contratados servidores em todo o Brasil.

Só no Pará, serão 6.121 recenseadores contratados, além de 59 Agente Censitário de Administração e Informática (ACAI); 190 Agentes Censitários Municipais (ACM); e 606 Agentes Censitários Supervisores (ACS).

As empresas selecionadas para realizar as seleções desses quatro editais foram a Fundação Getúlio Vargas (FGV), para os cargos de ACM, ACS e Recenseadores; e o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) para o cargo de Agente Censitário de Administração e Informática (ACAI).

Vaga de recenseador
O cargo com maior quantidade de vagas é o de recenseador, para o qual é exigido ensino fundamental completo.

Veja AQUI o edital do concurso para recenseador

Não há valor fixo de remuneração já que os recenseadores ganham por produção. O valor é calculado com base no número de unidades visitadas; na taxa de remuneração dos setores censitários que o recenseador for percorrer; no número de questionários respondidos; e no número de pessoas recenseadas.

Os contratos devem ter duração de três meses, podendo ser prorrogados. Os recenseadores não precisarão cumprir horários fixos e podem trabalhar em dias de semana, feriados ou finais de semana. Além disso, terão direito a 13º salário e férias proporcionais aos dias trabalhados e à produção.

Vaga de agente censitário
Para as funções de agente censitário, é exigido ensino médio completo.

Veja AQUI os editais do concurso para agente censitário

O agente censitário municipal gerencia o posto de coleta e, durante todo o trabalho do Censo Demográfico, estará à frente de dois tipos de ações:

Administrativas – controle e gestão dos recursos humanos e materiais do posto de coleta;
Técnico-operacionais – gestor de uma equipe de Agentes Censitários Supervisores e recenseadores em que acompanhará e orientará a coleta de dados.

Os Agentes Censitários de Administração e Informática (ACAI) serão responsáveis pelo suporte às atividades administrativas e de tecnologia da informação necessárias ao funcionamento das coordenações de subárea do Censo Demográfico 2022, como contratações, pagamentos, suprimentos e apoio de serviços de informática aos Postos de Coleta e suas equipes.

O cargo oferece remuneração de R$ 1.700,00, com previsão de contratação a partir de 29 de março de 2022 e duração dos contratos de cinco meses, com possibilidade de prorrogação.

Os interessados nos cargos vão concorrer em mesmo processo, sendo que aos primeiros colocados caberá a vaga de ACM e, do segundo em diante, vagas de ACS.

A remuneração para o cargo de ACM é de R$ 2.100,00, enquanto a de ACS é de R$ 1.700,00.

Os primeiros devem gerenciar os postos de coleta, fazendo controle e gestão dos recursos humanos e materiais. Também devem acompanhar e orientar a coleta de dados, coordenando o trabalho dos ACS’ e recenseadores.

Já os ACS farão a supervisão da operação censitária junto aos recenseadores, exercendo também tarefas administrativas, como renovação de contratos e avaliação dos recenseadores.

A previsão de contratação dos aprovados em ambos os cargos a partir do dia 31 de maio de 2022, com cinco meses de duração, com possibilidade de prorrogação.

As provas para CCA e ACAI estão previstas para o dia 20 de fevereiro de 2022, com resultado programado para o dia 28 de março.

Já os candidatos a ACM, ACS e Recenseador farão provas no dia 27 de março e devem receber o resultado no dia 6 de maio de 2022.

Inscrições
Para se inscrever, candidatos a ACM e ACS pagarão taxas de R$ 60,50 e de R$ 57,50 para recenseador. Todos devem acessar o site da organizadora até 29 de dezembro de 2021.

Já para ACAI, o valor da taxa é de R$ 44, também por site da organizadora, até o dia 10 de janeiro.

Medidas sanitárias
O IBGE lembra que medidas de segurança serão tomadas em todas as fases do Censo 2022, incluindo os processos seletivos, os treinamentos, a ocupação de postos de coleta e a visita aos domicílios.

Entre as medidas estão o uso obrigatório de máscaras, distanciamento seguro entre candidatos e aplicadores de prova, disponibilização de álcool em gel em todos, higienização de locais de prova e equipamentos, redução máxima do contato entre as pessoas, medidas para evitar aglomerações e o respeito às legislações locais.

Informações do G1

Deixe uma resposta