Obras da Bacia do Mata Fome começam em 2022 com recursos de R$ 330 milhões

Em entrevista para o jornal O Liberal, o diretor de projetos da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), Victor Ximenes, informou que as obras da Bacia do Mata Fome devem começar já em 2022 e será dividida em três etapas, com micro e macrodrenagem, além do sistema viário e a urbanização. O total é de investimentos é de R$ 330 milhões e o recurso está sendo captado pelo Fundo Financeiro para Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata)

A primeira etapa é o sistema preliminar e instalação da obra e sistema de macrodrenagem, que está estimada em R$ 128 milhões. A segunda etapa vai ser a ponte, passarelas e microdrenagem, com orçamento estimado de R$ 70 milhões. E a terceira etapa é o sistema viário, urbanização, paisagismo e demolições, estimada em R$ 135 milhões.

A bacia do Mata Fome compreende, hoje, a extensão de 8.387 quilômetros de canais, distribuídos por uma área de 535,03 quilômetros quadrados. São cerca de 29 mil famílias que devem ser beneficiadas com o projeto, que promete diminuir os alagamentos e melhorar a qualidade da água da bacia.

Nos últimos 16 anos, a inércia das gestões anteriores agravou o problema, o que exige um esforço e planejamento ainda maior para reduzir os danos causados pelos constantes alagamentos. Você vai ficar por dentro de todos os detalhes da obra, aqui no Ponto de Pauta.

Ponto de Pauta com informações de O Liberal

Uma resposta para “Obras da Bacia do Mata Fome começam em 2022 com recursos de R$ 330 milhões”

Deixe uma resposta