Belém cadastra mulheres vítimas de violência doméstica no Donas de Si

Dezenas de mulheres do distrito de Icoaraci participaram nesta terça-feira, 11, de encontro de acolhimento para cadastro no programa municipal de capacitação profissional Donas de Si. Em setembro do ano passado, o programa passou a contar com o apoio do Poder Judiciário, por meio de parceria firmada entre a 3ª Vara Criminal de Icoaraci, que tem à frente a juíza Claudia Favacho, e a Prefeitura de Belém, no intuito de incluir mulheres em situação de violência doméstica e familiar de Icoaraci, Outeiro e Cotijuba no programa. O encontro foi realizado na Escola Liceu de Artes e Ofícios Mestre Raimundo Cardoso.

Durante o encontro, o total de 150 mulheres tiveram a oportunidade de se inscreverem no programa e de entenderem melhor como ele funciona, além de serem informadas sobre os cursos oferecidos. Após a inscrição realizada durante o evento, haverá análise dos formulários para identificar os requisitos de admissão. Todas as participantes receberão Certificação Nacional validada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

Serão oferecidas quatro turmas, nos períodos matutino e vespertino, para os seguintes cursos, que ocorrerão de 24 de janeiro a 4 de fevereiro: dois de Panificação, realizados na Escola Liceu de Artes e Ofícios Mestre Raimundo Cardoso; e dois de Processamento de Frutas, realizados na Igreja Nossa Senhora das Graças, ambos no distrito de Icoaraci. No total, cada turma vai comportar 20 participantes. Haverá, ainda, lista de cadastro de reserva.

Ponto de Pauta com informações do TJPA

Deixe uma resposta