Brasil teve aumento de 1.604% de amputações penianas

EBC – Nos últimos 14 anos, houve um aumento de 1.604 por cento de amputações penianas no Brasil, sendo a maioria decorrente de câncer de pênis. A informação é do Diretor-presidente da Sociedade Brasileira de Urologia no Amazonas, Giuseppe Figliuolo, em entrevista à Rádio Tarde Nacional – Amazônia.

Ele comentou os dados brasileiros sobre câncer de pênis e ressaltou que a doença é evitável. Segundo o urologista, é fundamental que o homem faça exames preventivos, use preservativos, evite o consumo de cigarros e lave o pênis para evitar inflamações.

Giuseppe Figliuolo explicou que a cirurgia de circuncisão é importante para facilitar a higienização do pênis, pois o prepúcio (a pele que recobre a glande de alguns homens) tende a acumular secreções e sujeira. Ele detalhou como os pais devem lidar com o prepúcio no caso de crianças e adolescentes e reforçou as dicas de higiene para os homens adultos.

Deixe uma resposta