Batuque da Praça ganha status de Patrimônio Cultural em Belém

O Movimento histórico de resistência cultural, Batuque da Praça, acaba de ganhar status de Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do município de Belém, através da Lei nº 9.746 de 06 de abril de 2022, sancionada pelo Prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues.

“Fica reconhecido como Patrimônio Cultural Imaterial do Município de Belém, o Movimento Cultural Batuque da Praça, que ocorre na Praça da República”, diz a nova Lei.

O Projeto de lei foi apresentado pela Vereadora Enfermeira Nazaré Lima (PSOL), e aprovado pela Câmara Municipal de Belém em fevereiro deste ano.

“Sabemos que a cultura fortalece as raízes de um povo. Movimentos como esse, que promovem a cultura viva na cidade, merecem ser celebrados”, destaca a autora da Lei.

O Batuque da Praça, animado pelo Coletivo Cidade Tambor e por inúmeros outros artistas, procura valorizar as expressões artísticas ligadas à diáspora africana e aos povos indígenas. Com mais de três décadas de existência, a iniciativa de artistas, produtores e fazedores de cultura tornou-se uma das principais referências na capital paraense.

Para celebrar esse reconhecimento:

Agenda:
Batuque da Praça é Patrimônio Cultural
Dia: 22 de maio (domingo)
Local: Anfiteatro da Praça da República
Hora: 11 horas

2 respostas para “Batuque da Praça ganha status de Patrimônio Cultural em Belém”

  1. Estamos orgulhosos. Viva o carimbó, viva o batuque, viva os nossos mestres e mestras da cultura popular.

Deixe uma resposta