Almino Henrique é o grande vencedor no “Canta Servidor”

Almino Henrique venceu a mostra com a canção “De Boa”/ Rodrigo Pinheiro/Agência Pará

Com a canção autoral “De Boa”, o autor e intérprete Almino Henrique do Carmo venceu, pelo segundo ano consecutivo, a “Mostra de Música Canta Servidor”. O evento criado pelo Governo do Pará, por meio da Escola de Governança Pública do Estado (EGPA), chegou à etapa final da 4ª edição na noite desta terça-feira (29), com transmissão ao vivo pela TV e Portal Cultura.

Segundo o grande vencedor, que é servidor da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), “a canção ‘De boa’ fala sobre o posicionamento que nós temos que ter sobre essa história de discriminação de gênero, essa coisa de achar que política é time de futebol. Eu usei a linguagem da moçada para passar essa mensagem. Quando eu falo (na música) que quero ‘paz pelos olhos de Xangô e pelos índios do Xingu, eu falo também da situação dos negros e indígenas que não podem ser discriminados”. Almino Henrique destacou ainda que “é um reconhecimento para todos os servidores. Nós podemos ser artistas, e esse reconhecimento é muito importante para nós”.

A Mostra de Música de 2022 recebeu 34 inscritos, e chegou à finalíssima com 12 canções inéditas, que transitaram entre ritmos e estilos distintos, do brega ao carimbó, passando pelas canções de protesto, as quais abordaram o combate à discriminação de gênero, classe social e racial. Intérpretes de todo o Pará se inscreveram e demonstraram a potência artística de quem trabalha diariamente para o crescimento e desenvolvimento das políticas públicas, incluindo as que beneficiam a área cultural.

Vencedoras

Para escolher as quatro vencedoras deste ano foi montado um júri técnico, que teve a missão de analisar intérpretes e letras. O primeiro lugar recebeu o prêmio de R$ 4.400,00. Em segundo lugar ficou “Do Universo de Tupã ao Ritual”, de Alfredo Andrade Reis, com a premiação de R$ 3.300,00. A música “Mata esse Vagabundo”, de Charles Christie Ferreira Ribeiro, conquistou o terceiro lugar e recebeu a premiação de R$ 2.200,00. O quarto lugar e o prêmio de R$ 1.100,00 foram concedidos a Raimundo Nonato Aguiar Oliveira, com a canção “Noite, Lua e Cantoria”.

Pedro Alcântara competiu com a música “Florescer”, e foi um dos competidores com maior torcida na plateia. Para o músico, a iniciativa é positiva e estimulante. “Antes de ser servidor público eu cantava à noite, e saber que existe essa valorização musical é muito importante para nós. Ter um evento como esse nos valoriza e incentiva outras pessoas a participarem”, disse.

Durante as apresentações, os artistas hipnotizaram a plateia com vozes potentes, performances e mistura de variadas batidas. Momentos de maior emoção foram proporcionados ao público por apresentações que destacaram a potência infinita da natureza e o combate à violência em centros urbanos.

Por Ronan Frias, via Agência Pará. 

Deixe uma resposta