Prefeitura de Belém consolida educação inclusiva nas escolas municipais

Neste sábado, 8 de abril, é celebrado o Dia Nacional do Sistema Braille em homenagem ao nascimento de José Álvares de Azevedo, primeiro professor cego que trouxe o braille para o Brasil. A data também é lembrada em 4 de janeiro para homenagear o aniversário de Louis Braille, o criador do sistema de escrita e leitura tátil para pessoas com deficiência visual.

Atualmente, dez estudantes estão matriculados em dez escolas da rede municipal de Educação, e fazem parte do programa “Nas Tuas Mãos”, desenvolvido pela Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), e conduzido pelo Centro de Referência em Inclusão Educacional (Crie) Gabriel Lima Mendes.

A secretária municipal de Educação, Araceli Lemos, destaca que a política educacional para Belém é norteada por meio de programas e ações para a construção de uma cidade educadora, alfabetizada, inclusiva e leitora. “É compromisso da gestão reforçar e reafirmar esses direitos”, conclui a professora.

Livros em braille – Em 2022, a rede municipal de ensino recebeu a doação de 104 livros didáticos e paradidáticos com edição em braille. Foram 13 kits literários doados pela Editora Paulinas. As novas publicações ampliaram o acervo das bibliotecas das unidades de ensino que possuem estudantes com deficiência visual.

Essa doação ocorreu por meio do Programa Livro Acessível, no âmbito do Programa Nacional Livro Didático (PNLD) e do Programa Nacional da Biblioteca Escolar (PNBE), atendendo ao que preveem a Lei 10.753/2003, da Política Nacional do Livro, e a Lei 13.146/2015, que institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência).

A iniciativa reforça a política pública de educação inclusiva conduzida pela Prefeitura de Belém, garantindo acesso a livros e outras publicações para incentivar o hábito da leitura, fundamental para aprimorar o ensino-aprendizagem. “Um benefício que atende não apenas os estudantes, mas também servidores e educadores”, destaca a Coordenadora do Crie, Tatiana Maia.

O professor Agnaldo Barros, coordenador do programa “Nas Tuas Mãos”, explica que o braille é um facilitador ao acesso à leitura. “O braille ainda é importante para a sociedade e acho possível aliar o sistema às ferramentas tecnológicas disponíveis. Fundamental mesmo é garantir a acessibilidade e o direito à informação e ao conhecimento”.

Nas Tuas Mãos – O programa tem o objetivo de alfabetizar, em língua Portuguesa, pessoas cegas por meio do Sistema Braille. São profissionais treinados por meio de formação continuada, para melhor atender estudantes e familiares. O “Nas Tuas Mãos” está presente nas escolas municipais Stelinna Valmont, no distrito do Guamá (Dagua); Almerindo Trindade, no distrito da Sacramenta (Dasac); Amália Paungarttem, Dagua; Liceu Mestre Raimundo, distrito de Icoaraci (Daico); Edson Luís, Dagua; Silvio Leandro, no distrito do Bengui (Daben), Gabriel Lage, Daben; Alfredo Chaves, Daico; Alana Barbosa, Daben; e Escola Bosque, no distrito de Outeiro (Daout).

Inclusão – O Crie promove e fomenta a inclusão de alunos com deficiência, altas habilidades/superdotação e Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) na rede municipal de Belém. O Atendimento Educacional Especializado (AEE) é realizado por meio de núcleos, programas e projetos que alcançam os estudantes e suas famílias. A unidade realiza ainda a formação dos profissionais da rede que atuam no AEE e nas salas regulares.

Via Agência Belém

Deixe uma resposta