Com 66,6% de leitos de UTI ocupados, não é hora de afrouxar as medidas restritivas em Belém

2.678 óbitos desde o início da pandemia. Foto: Arquivo Ponto de Pauta

A Secretaria de Saúde do Belém registrou, neste sábado (20), mais 294 novos caso de covid-19 na capital, chegando ao total de 71.087 infectados e 2.678 óbitos desde o início da pandemia.

66,6% é a taxa de ocupação de leitos de UTI e 75% é a de ocupação de leitos clínicos. Esses são os dados mais recentes.

Os números atuais indicam uma leve redução na ocupação de leitos. No boletim do dia 12 de fevereiro, por exemplo, a cidade chegou a ter 77,7% de leitos de UTI e 88, 4% de leitos clínicos ocupados.

A redução, ao que tudo indica, é decorrente das medidas restritivas adotadas durante o período, bem como, do aumento do número de leitos ofertados pela rede municipal. O problema ainda está longe de ser resolvido. Com um número de vacinas ainda insuficientes para atender o Estado e a capital, o melhor caminho é não afrouxar as medidas de segurança sanitária.

Redação: pontodepautapara@gmail.com

Deixe uma resposta