Conheça os critérios para vacinação dos profissionais da educação no dia 29 em Belém

Os trabalhadores da educação do ensino infantil e da educação especial serão os primeiros a ser vacinados

Na tarde desta terça-feira, 25, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) definiu quais serão os critérios utilizados para a vacinação de profissionais da educação, no próximo sábado, 29. A decisão foi tomada depois que técnicos do Departamento de Vigilância em Saúde (DEVS) se reuniram com representantes da categoria.

Atualização: Confira os locais de vacinação para os profissionais da educação em Belém neste sábado (29)

“Será possível nós vacinarmos, nesse primeiro momento, os trabalhadores da educação do ensino infantil e da educação especial. E a nossa expectativa é atingir toda a população de profissionais da educação que trabalham nessas duas etapas de ensino”, afirmou o diretor do Departamento de Vigilância à Saúde, Cláudio Salgado.

Além de estabelecer que trabalhadores da educação infantil e educação especial serão os primeiros vacinados, a Sesma e os representantes da categoria também definiram que os trabalhadores – sejam de escolas públicas ou privadas – deverão apresentar o contracheque e uma declaração com o nível de ensino em que atuam, para receberem a primeira dose do imunizante contra a covid-19. O documento deve ser emitido pela escola. Também será necessário apresentar RG, CPF e comprovante de residência de Belém.

Para a secretária municipal de Educação, Márcia Bittencourt, que esteve na reunião, a vacinação é um momento de alívio e esperança. “Nós já perdemos muitos professores, muitos profissionais da educação, merendeiros, porteiros. Todos os dias a gente assina nota de pesar na Semec. Então, vacinar os nossos profissionais é um momento de muita alegria”, enfatizou.

Belém dispõe, no momento, de 5.515 doses de astrazeneca, repassadas pelo governo do Pará, para a vacinação específica deste grupo, um quantitativo que marca o início da vacinação deste público. “Estamos apenas iniciando. Esperamos que, muito em breve, a gente consiga aumentar esse público para o ensino fundamental e que, rapidamente, a gente amplie isso e vacine todos os trabalhadores da educação”, pontuou Cláudio Salgado.

Estavam presentes na reunião com a Sesma representantes da Secretaria Municipal de Educação (Semec), do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp), Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação Pública do Estado do Pará de Belém (Sintepp Belém) , Sindicato das Escolas Particulares do Estado do Pará (Sinepe) e do Sindicato dos Professores da Rede Particular no Estado do Pará (Sinpro-PA).

Nesta quarta-feira, 26, o grupo se reune novamente para definir os detalhes finais da vacinação de profissionais da educação, como os locais de atendimento em que eles receberão a primeira dose do imunizante.

Juliana Brito – Agência Belém

Uma resposta para “Conheça os critérios para vacinação dos profissionais da educação no dia 29 em Belém”

  1. Minha Escola é de porte pequeno, Educação infantil e tem CNPJ, mas não trabalho ainda com carteira assinada porque tenho, no máximo, 50 alunos, somos 5 funcionários, apenas dou recibo de prestação de serviço! Será que podemos no lugar do contra cheque aprensetar esse recibo?

Deixe uma resposta