Editais culturais fomentam a economia e a esperança nos primeiros seis meses da gestão municipal

Grupos culturais de Belém são contemplados no edital da Fumbel. Foto: Alessandra Serrão – Agência Belém

A pandemia da covid-19 afetou todas as áreas econômicas, sociais e culturais do país. Neste ano de 2021 o carnaval não pode ser realizado e nem as tradicionais festas juninas e seus concursos de grupos folclóricos.

Para amenizar as consequências do impacto causado em toda comunidade artística pela paralisação dos eventos culturais, a Prefeitura Municipal de Belém, através da Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel), lançou os editais: Carnaval o ano todo e São João Teimoso, com a finalidade de contemplar agremiações culturais de Belém com subvenções.

“O grande desafio que a Fumbel encontrou e tem superado foi o de fomentar grupos populares de cultura na cidade de Belém durante a pandemia. Ao mesmo tempo, trabalhamos para incentivar a divulgação e a preservação desses elementos históricos e artísticos”, explica o presidente da Fumbel, Michel Pinho.

Carnaval o ano todo em Belém

Os recursos do edital foram utilizados pelas agremiações em oficinas de formação para a valorização da cultura popular e atividades pedagógicas, envolvendo crianças, jovens e as comunidades nos bairros onde as escolas de samba estão localizadas.

No total, 34 escolas de samba foram contempladas no edital: nove escolas de samba do primeiro grupo; sete escolas do segundo grupo; cinco escolas do terceiro grupo e quatro escolas de samba do distrito de Icoaraci. Também foram contempladas sete escolas de samba da ilha de Outeiro e duas escolas de samba da ilha de Mosqueiro. Ao todo 4.220 pessoas foram atendidas entre os integrantes das escolas de samba e pessoas da comunidade.

Luta por políticas culturais em Belém

Carlos Nazareno, 60 anos é diretor- fundador da escola de samba Habitat do Boto e também diretor da Liga das Agremiações Carnavalescas (Lipac), também conhecido como “Boca de Cantor”.

Ele relata que há 16 anos os grupos carnavalescos lutam por políticas culturais e que sequer havia reuniões para ouvir as demandas das agremiações e da comunidade envolvida. A atual gestão, ressalta o presidente da Lipac, ouve a comunidade e se engaja na luta em prol da cultura.

Carnaval movimenta a economia de Belém

O carnaval é também geração de emprego e renda, por isso, o edital também incluiu formas de ajudar as pessoas que trabalham na informalidade no carnaval. Carlos Nazareno conta, que com a pandemia muitas pessoas da comunidade passaram dificuldade financeiras. As oficinas promovidas pelas escolas de samba ajudaram muitas pessoas a terem uma fonte de renda para suprir suas necessidades e ao mesmo tempo ajudaram a promover a cultura.

“Esse edital veio para suprir as necessidades da nossa comunidade. Muitas pessoas que estavam passando dificuldade financeira conseguiram renda, como por exemplo, as costureiras que se dedicam há anos a trabalhar durante o período do carnaval”, informa Cláudio Nazareno.

São João Teimoso é resistência da cultura popular

As inscrições para o edital do São João Teimoso encerraram dia 18 de julho e ao todo 42 quadrilhas juninas, 15 grupos de pássaros juninos, 20 Parafolcloricos, 14 grupos de Carimbó e 10 grupos de Bois- Bumbás foram contemplados no edital. Mais de 4.600 pessoas entre participantes dos grupos e pessoas da comunidade, onde os grupos estão inseridos serão atendidas.

São João Teimoso é uma reedição de um projeto da última gestão do prefeito Edmilson Rodrigues. O termo teimoso é uma referência à resistência da cultura popular, que mesmo em meio a todas as dificuldades e restrições causadas pelo período pandêmico, se mantém viva e atuante, resguardando a saúde das atividades.

O edital de São João foi criado também pensando na semana do Folclore, que ocorre no mês de agosto. A finalidade é conseguir registrar de maneira bastante pontual a importância das manifestações culturais de Belém neste período.

Potira Marajoara, 42 anos, diretora administrativa do grupo Amor de um Mensageiro, criado em 2019, conta que o grupo surgiu a partir da perda de uma figura muito querida por todos na comunidade. Alferes de Medeiros Alves, morador do bairro da Pedreira era pedagogo, criador do extinto grupo Mensageiros do Amor e por 39 anos dedicou parte da sua vida ao grupo Junino.

A pedido de muitos brincantes um novo grupo foi fundado para homenagear Alferes e continuar o brilho da cultura popular. “Por muitos anos ele conduziu o Mensageiros do Amor como marcador e não media esforços para colocar seu grupo na rua. Ele era uma das grandes referências na capital e no estado por sua força e elegância ao conduzir o bailado de seus brincantes”, relata Potira.

Ansiedade e euforia para participar das gravações

“As expectativas são as melhores possíveis, pois o grupo está se dedicando ao máximo para que saia tudo como o planejado e com toda certeza iremos apresentar um lindo espetáculo e matar a saudade do nosso tão amado São João”, conta Eymard Gabriel, decorador e estilista da quadrilha Amor de um Mensageiro.

Já Potira Marajoara afirma que todos estão eufóricos para que chegue o grande dia do espetáculo, que devido à pandemia ainda não pode se apresentar. “O grupo se protege usando máscara e álcool gel nas mãos. Nossos ensaios são árduos e cansativos, pois mesmo sendo uma mostra cultural, queremos mostrar o nosso melhor para o povo de Belém”, afirma.

A Mostra Cultural São João Teimoso será realizada de forma semipresencial, com o intuito de evitar aglomerações e respeitar as medidas de contenção do novo coronavírus. Os grupos terão suas apresentações gravadas, com infraestrutura fornecida pela Prefeitura de Belém e pela Fumbel e serão transmitidas nos canais institucionais dos dois órgãos, a partir de 22 de agosto, em comemoração à Semana do Folclore.

A programação será divulgada no site da agência Belém e da Fumbel: http://agenciabelem.com.br; https://fumbel.belem.pa.gov.br

Até o final deste ano de 2021 será lançado o Edital de Credenciamento, destinado a artistas ou grupos interessados na prestação de serviços de natureza artístico-cultural, para contratação eventual destinados ao atendimento de projetos, programações, atividades e demais eventos de oficinas promovidos pela Fumbel.

Link para inscrições e mais informações: https://fumbel.belem.pa.gov.br/editais/credenciamento-de-artistas-e-grupos-prestacao-de-servicos-eventuais/

Texto: Danielle Bastos

Deixe uma resposta