Jovem Pan demite comentarista após gesto associado a nazismo

O comentarista Adrilles Jorge foi demitido da Jovem Pan. A informação foi confirmada por ele no Twitter nesta quarta-feira (9/2). Na tarde passada, ele encerrou sua participação no programa “Opinião”, da emissora Jovem Pan News, com um gesto semelhante a uma saudação nazista.

No programa, com William Travassos e Diogo Schelp, era discutida a fala de Monark, ex-apresentador do Flow Podcast, que sugeriu que o Brasil poderia ter um partido nazista legalizado.

Adrilles encerrou a fala a respeito da polêmica com um gesto similar ao Sieg Heil, uma saudação nazista que, em alemão, significa “viva a vitória”. “Até sempre, tchau”, disse Adrilles, ao fazer o gesto, enquanto o apresentador e colega de bancada William Travassos já estava encerrando o programa. É possível vê-lo dizendo: “Surreal, Adrilles”.

Em nota lida no ar durante o programa Jornal da Manhã, o grupo repudiou o caso e disse que as opiniões de comentaristas “não refletem as posições do grupo Jovem Pan”.

Eis a íntegra da nota:

“No exercício diário de informar e esclarecer nossa audiência, prezamos pelo livre debate de ideias, mas não endossamos qualquer tipo de manifestação que leve ao discurso de ódio e reforce ideias que remetam a um episódio da nossa história que deve ser lembrado como símbolo de um erro da humanidade que não deve jamais ser repetido. Nossos comentaristas têm independência para emitir opiniões, respeitando os limites da lei, opiniões estas que não refletem as posições do Grupo Jovem Pan.”

Deixe uma resposta