Auxílio concedido pela prefeitura a barraqueiros minimiza impactos causados pela interdição da ponte

Os barraqueiros, auxiliares e ambulantes do distrito de Outeiro começaram a receber o auxílio emergencial disponibilizado pela Prefeitura de Belém, para minimizar os impactos causados pela interdição da ponte que dá acesso à ilha.

A solenidade da entrega simbólica do benefício foi realizada na tarde desta terça-feira, 15, no Solar da Beira, e contou com a presença dos beneficiários, do prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, de secretários municipais e vereadores.

Mais de 870 trabalhadores que atuam nas barracas, nas praias, nas vias dos distritos, além dos donos dos quiosques, receberão o auxílio.

Proprietária de uma barraca na praia da Brasília, Rose Nascimento, de 37 anos, destacou a importância que o auxílio vai ter na vida dela. “Desde que ocorreu isso na ponte, nós passamos por várias dificuldades. Nosso público diminuiu muito. Mas o auxílio vem para suprir essa necessidade, precisamos honrar com nossas contas e levar alimento para a nossa casa”.

Projeto de lei – A renda faz parte de um projeto de lei, enviado pela Prefeitura de Belém à Câmara Municipal, que garantiu o auxílio de R$ 500 para permissionários de atividades nas barracas da praia e de R$ 300 para os auxiliares e ambulantes.

“Com a crise criada pela queda do pilar da ponte, criamos uma série de ações para dar alento à população de Outeiro. Se o turista não vai, as pessoas têm que sobreviver. Tem que ter um ação do município e isso que estamos fazendo”, comentou o prefeito Edmilson Rodrigues

O pagamento do auxílio será durante seis meses e está orçado em um valor total de mais de R$ 1 milhão e 700 mil. Apenas as pessoas cadastradas pela Secretaria Municipal de Economia ( Secon) e Administração Regional de Outeiro (Arout) poderão retirar o valor no Banpará.

Calendário – O pagamento se inicia no dia 15 de março, para os nascidos nos meses de janeiro, fevereiro e março; no dia 16 para quem nasceu em abril, maio e junho; dia 17 para os nascidos em julho, agosto e setembro; finalizando no dia 18 para quem nasceu em outubro e novembro, dezembro.

Trabalhando como ambulantes há 26 anos nas praias de Outeiro, a autônoma Maria do Socorro Santos, de 60 anos, lembra que a primeira vez que os ambulantes de Outeiro são beneficiados com um auxílio. “É a primeira vez que somos beneficiados com um auxílio. Vai contribuir muito para a minha família, pois minha venda tá muita baixa sem turistas nas praias”, disse.

Ações – A iniciativa de disponibilizar o auxílio faz parte de uma série de ações da Prefeitura de Belém no distrito de Outeiro, por meio do Programa Abraça Outeiro, após o sinistro que bloqueou o acesso à ilha por meio da ponte.

Entres os benefícios estão a ampliação dos beneficiários do Bora Belém, que passou de 600 para mais de 1.200, após uma busca ativa feita pela Fundação Papa João XXIII (Funpapa); e a entrega de mais de cinco mil cestas de alimentos para famílias em vulnerabilidade social, que serão distribuídas ao longo de seis meses.

Segundo o prefeito Edmilson Rodrigues, as ações em Outeiro são em todas as áreas. “Aumentamos o número de famílias que recebem o Bora Belém, mais de sete mil pessoas que deixaram de passar fome no distrito. Também estamos com políticas na área da saúde, educação e infraestrutura”.

Anúncio – Durante a solenidade, o prefeito Edmilson Rodrigues anunciou a pavimentação da rua 1° de Setembro, que dá acesso à praia do Paraíso, em Outeiro. E as comemorações do aniversário da ilha, no dia 14 de abril, para a celebrar os 129 anos do distrito.

Victor Miranda – Agência Belém

Deixe uma resposta