Educação de qualidade: Prefeitura de Belém entregará a Escola Benvinda França totalmente reformada

A Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental (Emeif) Benvinda de França Messias, no bairro de São Brás, recebe uma reforma em toda sua estrutura, após 16 anos sem nenhuma manutenção. A obra está orçada em mais de R$ 393 mil.

As obras estão em processo de finalização com previsão de ser reinaugurada no próximo mês de abril e integra o programa de reestruturação da rede escolar municipal implantado pela Prefeitura de Belém em 2021, através da Secretaria Municipal de Educação (Semec). O programa atua na reforma predial de 83 espaços educacionais do município.

A diretora da Escola Benvinda de França Messias, Rejane de Lima Souza, conta que desde 2016 havia enviado a solicitação da reforma no espaço à Semec, mas o pedido, que era de toda comunidade escolar, não foi atendido, apesar do prédio da escola já apresentar até rachaduras, vidros quebrados e infiltração nas paredes.

No início da gestão prefeito Edmilson Rodrigues, em janeiro de 2021, a diretora novamente encaminhou novo ofício, listando os problemas estruturais da escola à Semec. “Imediatamente encaminharam equipes para cá e constataram a urgência na reforma. Em novembro de 2021, a Prefeitura de Belém iniciou a reforma aqui na nossa escola”, conta a diretora.

Desde 2021, a Prefeitura de Belém já investiu mais de R$ 822.502,45 na reforma das UEI Wilson Bahia, EMEF Amância Pantoja, UEI Cohab III e no Centro de Referência em Inclusão Educacional (Crie) Gabriel Lima Mendes.

Tradição no ensino municipal

Tradicional escola da rede municipal de ensino, a Emeif Benvida de França Messias se localiza entre as avenidas Almirante Barroso e José Bonifácio, próximo ao Mercado de São Brás, que por ser uma área central da cidade, facilita o acesso aos estudantes que residem em bairros mais distantes.

A unidade escolar possui 560 alunos matriculados, incluindo crianças, adolescentes, adultos e idosos da Educaçação de Jovens, Adultos e Idosos (Ejai), moradores de diversos bairros da capital paraense.

Além da manutenção predial, a obra na Benvida de França Messias inclui novos equipamentos e espaços externos renovados, aparentemente simples, mas que para a comunidade de professores, pais e alunos significa muito.

A escola ganhou aparelhos de ar-condicionado em todas as salas de aula, acessibilidade aos banheiros, colocação de caixa d’água, sala de despensa para acomodação da merenda escolar, sala dos professores, uma nova sala de informática, auditório reformado, outros novos equipamentos e a colocação da cobertura da quadra de esportes, reivindicação de pais e dos estudantes.

Expectativa da comunidade escolar

“A minha expectativa é de todos os outros pais que têm seus filhos matriculados nessa maravilhosa escola. É de que agora vai ser muito melhor para as nossas crianças”, afirma a técnica de enfermagem, Maria Cleonilde da Silva, 35, moradora do bairro de Canudos.  Ela é mãe de três alunos matriculados na Benvida de França Messias, Gabriel da Silva (do 4° ano), Daniel da Silva (6° ano) e Raquel da Silva (8° ano).

“Acompanho há muito anos a expectativa da escola ser reformada. Eu e toda a minha família estamos ansiosos aguardando a inauguração da Escola Benvida. A gente passa na frente da escola e eles vêem que está sendo reformada e falam, ‘a nossa escola tá ficando linda, mãe'”, conta Maria Cleonilde.

A assistente administrativa da Emeif, Débora Fernandes, 38, é mãe da Sofia Fernandes, 13 anos, estudante do 8° ano. Para ela estar dia a dia e acompanhar o avanço das obras é sinônimo de alegria.

“Minha filha começou a estudar aqui no 4° ano, ela veio de escola particular, mas, foi aqui que ela foi alfabetizada. O ensino aqui é muito bom”, assegura.

“Eu vi como a escola se encontrava numa situação crítica. Ver o andamento dos serviços é empolgante. A escola vai ficar mais bonita”, afirma Débora. Ela também conta que as crianças vão com os pais pegar os exercícios e ficam felizes muito felizes em ver as obras. “Todos ficam com os olhinhos brilhando”, ressalta a servidora.

Débora enfatiza que o fato das salas de aulas agora terem ar-condicionado também já gera expectativa nos estudantes. “Eles falam ‘agora vou trazer meu casaquinho porque agora vai ter ar-condicionado’ “, revela a assistente administrativa.

Custo

A obra da Emeif Benvida de França Messias está orçada em R$ 393.737,67. Já foram executados os seguintes serviços de revisão da cobertura, revisão elétrica, climatização, pintura geral, cobertura e reforma da quadra de esportes, reforma geral do auditório e conservação das características arquitetônicas do prédio.

Por Agência Belém (Joyce Assunção)

Deixe uma resposta