Anúncio de abono para a educação em Belém é festejado pela categoria; veja quem irá receber

Dirigentes municipais em mesa de negociação permanente

Os trabalhadores e trabalhadoras da educação em Belém receberam com alegria o abono concedido pelo prefeito Edmilson Rodrigues, na noite desta segunda-feira (6). Pelas redes sociais e nas escolas, houve muita comemoração: “tem porteiro noturno correndo na rua de alegria!”, “Nunca que vi algo assim, todos os trabalhadores da educação irão receber”, foram algumas das mensagens que circularam.

Não é de se admirar tanto entusiasmo. Os últimos 16 anos foram de muito sofrimento para os servidores, seja pela falta de reajuste, seja pelas condições de trabalho em escolas abandonadas ou pelo frequente assédio e falta de diálogo.

Veja quem irá receber?

O abono terá o valor de até R$ 9 mil, e será pago proporcionalmente aos meses trabalhados para servidores em exercício efetivo (concursados ou temporários), lotados na Secretaria Municipal de Educação ou na Fundação Escola Bosque, independente da função exercida pelo servidor. Quem tiver pelo menos 15 dias trabalhados em dezembro, também deve receber um valor proporcional. Quem trabalhou 12 meses, receberá $9 mil; que trabalhou 6 meses, receberá 50% desse valor.

Desde 2019, o abono não é concedido aos servidores da educação no município. Naquela época, professores e demais servidores receberam de forma diferenciada: R$1.200 reais pra professor e R$ 770 para os demais.

Foto: Agência Belém

Deixe uma resposta