Prefeitura de Belém já lavrou 145 multas em operação conjunta de desobstrução na Almirante Barroso

Foto: Ascom/ Semob

Até às 23h59 de quarta-feira, 2, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) multou e retirou um total de 145 veículos que obstruíam ou estacionaram irregularmente na avenida Almirante Barroso, entre as avenidas Tavares Bastos e Júlio Cesar e entorno, durante protesto ilegal de eleitores bolsonaristas contrários ao resultado das Eleições 2022.

Os manifestantes passaram a se concentrar na calçada do quartel do 2º BIS, desde o início da tarde de segunda-feira, 31, um dia após a eleição, e permanecem até esta quinta-feira, 3. Nessas 72 horas, a principal avenida de entrada da cidade foi obstruída parcialmente e até totalmente, penalizando a população. Desde o início do protesto, agentes da Semob fazem o monitoramento e fiscalização no local.

Multas e infrações – Em função disso, a Semob integra uma força-tarefa em conjunto com a Polícia Militar (PM), Departamento de Trânsito do Pará (Detran) e Guarda Municipal de Belém (GMB), cujas ações começaram na terça-feira, 1º, quando foram autuados e retirados 42 veículos por estacionamento irregular e obstrução de via.  Na quarta-feira, 2, foram lavrados 103 autos de infração.

Como a operação está em andamento, enquanto perdurar a manifestação, a Semob informa que esse total é parcial. A autarquia reforça a importância de assegurar a todo o cidadão brasileiro o direito constitucional, preconizado no Art. 5º, inciso XV. Nessas 72 horas de protesto, a população vem sendo penalizada e tendo esse direito de ir e vir cerceado pelos manifestantes.

Texto: Rosangela Gusmao, via Agência Belém. 

Deixe uma resposta