Outeiro: novos horários para melhorar a travessia são estipulados. Veja as alterações!

A partir desta quarta-feira, 2, os primeiros horários das viagens dos catamarãs e dos navios, que realizam o transporte Outeiro-Icoaraci, serão antecipados para às 5h da manhã

A Prefeitura de Belém segue realizando ações e serviços para a população do distrito de Outeiro, visando diminuir o impacto causado pelo bloqueio da ponte que dá acesso à ilha.

A partir desta quarta-feira, 2, os primeiros horários das viagens dos catamarãs e dos navios, que realizam o transporte Outeiro-Icoaraci, serão antecipados para às 5h e 5h30 da manhã, respectivamente, e a última viagem do catamarã, saindo de Icoaraci, passará para 23h.  

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) faz parte da sala de situação montada no Centro Integrado de Comando e Controle (Ciop), juntamente com outros órgãos e municipais e estaduais, para tratar das ações voltadas aos moradores de Outeiro.

Nos trapiches de Outeiro e de Icoaraci, o órgão organiza os embarques e desembarques, além de orientar os passageiros sobre o cumprimento dos protocolos sanitários quanto ao uso de máscara.

Balanço – Entres os dias 24 e 30 de janeiro, passaram pelo trapiche de Outeiro mais de 39 mil passageiros no embarque e desembarque de catamarãs e navios. Os dois catamarãs, que fazem a travessia para o trapiche de Icoaraci, no esquema bate-volta, realizaram 438 viagens e transportaram mais de 33 mil passageiros.

Do distrito de Outeiro partiram 18 mil, em 222 viagens. Já de Icoaraci foram 216 viagens e 15 mil passageiros.

Os navios Bom Jesus VI e Clívia também apresentaram crescimento na demanda. O transporte parte do trapiche do Outeiro para o Terminal Hidroviário de Belém e retorna para Outeiro. Ao todo, foram aproximadamente seis mil passageiros transportados. 

Audiências Públicas – A Prefeitura de Belém, por meio da Semob, segue conversando com comunidades dos bairros de Outeiro, por meio de  audiênciaa públicas, para ouvir os moradores sobre as ações emergenciais adotadas, principalmente, quanto ao transporte rodoviário e hidroviário, para ajustes, se necessário.

Nesta quarta-feira, dia 2, uma nova rodada de conversa será feita no bairro de Itaiteua, para discutir soluções ao transporte interno feito pelas linhas circulares.

Na audiência ocorrida no dia 26 de janeiro, os moradores reforçaram a necessidade de ônibus saindo diretamente do bairro, pois, segundo eles, a linha circular, operando por todos os bairros, atrasa a chegada à  travessia, no final do bairro da Brasília. 

Nesta quinta-feira, dia 3, a audiência pública direcionada aos moradores do bairro Fidelis, será realizada na Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Renildes Nunes Batista, na rua Pantanal, às 19h.Texto:

Por Agência Belém

Deixe uma resposta