Em 2022 haverá voto envergonhado em Jair Bolsonaro?

Em 2018, especialistas em pesquisas eleitorais ressaltavam, ao divulgar os números daquela eleição, que haveria o risco de um voto envergonhado em Jair Bolsonaro não estar aparecendo nas sondagens. Quando abordado por um entrevistador, o eleitor simplesmente mentia, por vergonha de admitir que votaria no deputado amalucado, saudoso da ditadura, homofóbico e racista. Mas e em 2022, qual será o tamanho do voto envergonhado?

Segundo dois institutos de pesquisa ouvidos pela coluna sob sigilo, será muito pequeno, quase inexistente. Por duas razões.

Primeiro, explicou um deles, porque o voto envergonhado não costuma ocorrer contra candidatos incumbentes, ou seja, que já estão no poder e tentam a reeleição. Quem os apoia como governantes já o fazem há tempo suficiente para não sentir vergonha por isso.

Segundo, porque, caso fosse ocorrer, as perguntas sobre em quem o entrevistado votou em 2018 já teriam apontado que há vergonha por parte de quem responde, o que, segundo um dos institutos ouvidos, não vem ocorrendo.

Ou seja: assim, aumenta a chance de os números que aparecem nas pesquisas transmitirem a realidade.

A informação é de Guilherme Amado, Metrópoles.
Foto: Adriano Machado – Uol

Deixe uma resposta